Sala Justiça

Trabalho em estradas vicinais recupera cinco regiões na zona rural de Costa Rica

 

 

A Prefeitura de Costa Rica, através da Secretaria Municipal de Transporte, Urbanização e Obras Públicas, realizou a recuperação das estradas vicinais de cinco regiões da zona rural. Na quarta-feira (17) o subsecretário da pasta, Anivaldo Martins de Souza, percorreu as frentes de trabalho que visam oferecer melhores condições de escoamento da safra.

Conforme o subsecretário, foram recuperadas as estradas rurais da Baús, Sobro (Sobreiro), Cachoeira das Araras, Jauru e Porto do Curralinho. Na oportunidade, a equipe também avaliou as condições da ponte de madeira na divisa de Costa Rica com Alcinópolis.

Anivaldo explicou que a construção de uma nova ponte de madeira, de aproximadamente 18 metros de comprimento por 4,5 de largura, custa em torno 45 mil e tem durabilidade de cerca de oito anos, já a mesma ponte em concreto armado custa em torno de R$ 100 mil e tem uma durabilidade muito maior.

“O trabalho da secretaria de Obras não para! Estamos recuperando estradas, consertando pontes, caminhando no sentido de atender bem à nossa população de Costa Rica. Até dia 8 de março haviam cinco estradas interditadas, agora só restam duas que também receberão a manutenção a partir do dia 22, uma na Baús e outra no Porto Curralinho na Cachoeira. Só na área rural colocamos três frentes trabalhando, uma outra na estrada da Laje nos bueiros, e mais duas na operação tapa-buracos na cidade” informou o subsecretário.

Subsecretário de obras acompanha trabalhos nas estradas vicinais de Costa Rica

 

Ele ressaltou também que as regiões do Cafezinho, Guanabara, Raul Resende de Carvalho e Serradinho estão prontas, com as estradas recuperadas oferecendo segurança para trafegabilidade e condições favoráveis para escoar a safra agrícola e a produção bovina.

Ainda conforme o subsecretário, o serviço de patrolamento com maior destaque foi feito através de uma parceria entre Município, Estado, Atvos na estrada vicinal Costa Rica/Paraíso das Águas até a região da Ponte de Pedra. Os demais trechos das estradas rurais receberam em sua maioria, serviços emergenciais de reparos nos pontos críticos e cascalhamento de diversos trechos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *